terça-feira, 19 de junho de 2012

AVENTURAS NO CANGAÇO n.1 TRAZ DE VOLTA ANTIGO PERSONAGEM DE GEDEONE MALAGOLA

A cooperativa de Quadrinhos Júpiter II tem como uma de suas propostas resgatar estilos e personagens das Histórias-em-Quadrinhos do passado, alegrando os velhos fãs e apresentando o personagem a jovens e novos leitores, tornando-o mais conhecido – ou menos desconhecido – do público brasileiro. Por isso este lançamento que relembra uma temática muito corriqueira no passado: na literatura, no cinema, nas HQs, as histórias tendo o cangaço como pano de fundo, histórias por vezes realistas, por vezes aventurescas – não que ainda não seja um tema apreciado por muitos artistas e historiadores, mas muito menos do que era nas décadas passadas. Aventuras No Cangaço n.1 (no formato 21 cm x 15 cm, capa couchê colorida – autoria de Edu Manzano – com 24 páginas preto & branco) começa mostrando em seu primeiro número um personagem criado por Gedeone Malagola na década de 50 do século passado: Milton Ribeiro, baseado no ator, mais precisamente num personagem interpretado por este ator no filme O Cangaceiro, de Lima Barreto. Mais informações sobre este personagem aqui: http://www.sallesfanzineiro.blogspot.com.br/2010/12/as-aventuras-de-milton-ribeiro.html
São reapresentadas nesta edição duas HQs lançadas originalmente na revista Vida Juvenil, editada por Mário Hora Júnior no ano de 1957. E aguardem mais surpresas nos próximos números! Personagens memoráveis a caminho! Pedidos para smeditora@yahoo.com.br (JS)

2 comentários:

Cleber Rafael disse...

Na minha opinião esse gênero é mais condizente com o BRASIL do que o dos super-heróis, e os artistas criaram bons personagens como RAIMUNDO O CANGACEIRO, JERONIMO HEROI DO SERTÃO E ESTE DO GEDEONE.

J.C.C. disse...

Se este país fosse uma nação séria, ciente de sua historia e de seus talentos, essa edição seria alvo de resenhas detalhadas nos grandes jornais e sites - fosse pelo gênio do mestre Gedeone, fosse pela qualidade monstruosa contida nas histórias que compõem o gibi. A aventura "co-estrelada" pelo Antônio Conselheiro, então, está entre as melhores que eu já li - não nos últimos meses, não nos últimos anos, mas em toda a minha vida (e estou falando muito sério).
José, a sua iniciativa em publicar quadrinhos clássicos brasileiros não é apenas meritória - é também patriótica, pois resgata um dos maiores artistas gráficos do mundo, Gedeone Malagola - mesmo que o país onde ele nasceu não reconheça essa obviedade...
Resumindo: é gibi "demais" por meros R$ 3,00!
Meus parabéns, meu amigo!