sexta-feira, 17 de junho de 2011

DE VOLTA O POLÊMICO THE NEGÃO

De volta o controverso personagem dos Quadrinhos criado por Eduardo Kovalewski, numa revista formatinho com capa colorida e 24 páginas em preto & branco mostrando o indizível The Negão, na HQ Presepadas No Velho Oeste (escrita e ilustrada por Edu, co-escrita por Miguel Rude e artefinalizada em algumas páginas por Lula Borges). Na verdade, como nos explica o autor no editorial, esta história foi a primeira e ser feita com o personagem, mas só agora publicada, depois das histórias feitas posteriormente mas que já saíram em fanzines e edições especiais, desde 1998. De qualquer forma, estão aqui todos o ingredientes que tornaram este personagem querido entre os leitores udi-grúdi e além, ou seja, a irreverência debochada e implacável, tão politicamente incorreto que levou o autor/editor a se explicar no editorial e no posfácio (e prudência assim nunca é demais, pois de fato é sempre imprevisível a reação dos neostalinistas que nos circundam, ociosos). Mas sou obrigado a discordar de dois assuntos que o nosso bom Kova expressou no editorial: primeiramente, ele acredita mesmo que o governo Lula “pagou a nossa dívida externa”! E termina: “infelizmente ainda somos hipócritas o suficiente para não tolerar palavrões numa história em quadrinho”. Mas meu caro Eduardo, será mesmo que somos todos hipócritas (você, inclusive?) por causa disso, por não gostarmos de palavrão? Rapaz, creio que se você relesse alguns exemplares de Chiclete com Banana e Animal, encontraria uma variadíssima antologia de palavrões – e, como o amigo bem sabe, as publicações atuais (e desde aquela época), quase todas na linha editorial daquelas infelizes publicações, renovaram e renovam grandiosamente o vocabulário chulo. Enfim, se fôssemos juntar todos os gibis que contenham palavrão, e os atirássemos à rua, provavelmente nossas cidades ficariam soterradas de papel! Deve ser por isso Edu, que as pessoas começam a ficar incomodadas com os palavrões. Banalizou-se até o palavrão. Já não incomoda pelo escândalo, mas pela repetição insisitente, pela saturação, pelo cansaço, pelo tédio! Qualquer rap infanto- juvenil tem palavrões. Aquela Preta Gil vive gritando nos palcos e nos discos, "vem arregaçar minha b..."!Eu mesmo que já escrevi textos, crônicas e HQs horrorosas, com vários palavrões, deixei de fazer isso! Por livre e expontânea vontade, e não por hipocrisia! Foi o caminho que escolhi. Bem, eu falando desse jeito faz parecer que The Negão não é bom, mas é sim, o personagem é muito divertido e o traço do autor é o mais apropriado possível. Podem pedir e conhecer, pois o bom humor do autor por si só é engraçado o suficiente, e nem precisaria de palavrões para agradar! polocarioca@hotmail.com

Nenhum comentário: