quarta-feira, 20 de abril de 2011

O PODEROSO MÁXIMUS É O MELHOR LANÇAMENTO DO ANO!!!

Um dos melhores gibis de herói brasileiro que li nos últimos tempos me chegou através de gentileza do próprio editor, autor e roteirista do personagem, o paraense Alan Souza dos Santos, mais conhecido entre colegas e leitores como Alan Yango. Produção independente do editor, O Poderoso Máximus n.1 (15 cm x 22 cm, 24 páginas p&b, capa colorida em couchê – uma linda ilustração, pena que não consta o nome do autor). Criado por Yango em 1999, Máximus teve diferentes perfis e diferentes visuais até chegar ao que é hoje, e ao que representa: uma tentativa muito bem sucedida de se trabalhar com temas & gêneros muito explorados nos Quadrinhos, e mesmo assim com notável criatividade! É isso que é o mais importante para se criar uma boa história: a criatividade e o talento do autor, procurando mostrar aos leitores narrativa que lhes respeite a inteligência e os bons sentimentos, seja qual for o tema, gênero, estilo. E Yango atinge pleno êxito com as histórias de O Poderoso Máximus presentes nesta primeira edição toda dedicada a seu personagem. Máximus é um superser que voa e tem superforça, e também uma identidade secreta, o professor de literatura Max Martins. O perfil do personagem e o estilo de narrativa me fizeram reviver lembranças da fase do Superman dos anos 70 do século passado, com o herói vivendo aventuras mais humanizadas, mais próximas dos problemas da realidade. E Máximus me parece isso, um super-herói ingênuo que não raro fica perplexo diante da dureza dos fatos. Se é certo que um bom roteirista merece bons desenhistas, Yango faz jus a esta assertiva, pois pode contar com alguns grandes talentos da HQB, nas diversas histórias desta edição. Na primeira delas, “Chances”, quem desenha é André Ciderfaro, mostrando Máximus as voltas com um menor abandonado, viciado e ladrãozinho. Na sequencia temos “Isabela”, ilustrada pelo incrível Elthz (que é meu grande parceiro Emanuel Thomaz, conterrâneo de Yango), a mais emocionante do gibi, sobre uma aluna do professor Martins que sofre terrível depressão. Já na história a seguir, “Quem É O Maioral”, Yango tem a nobre companhia de Sebastião Seabra, conceituado mestre da HQB, apresentando uma história bem ao estilo de super-herói vs. vilão, pancadaria de primeiríssima qualidade! Encerra a edição outra HQ memorável, “Um Sinal De Esperança”, ilustrada pelo talentosíssimo Carlos Paul, que funciona como uma bonita homenagem aos heróis de verdade, bombeiros e paramédicos de nossas cidades. Enfim, um gibi espetacular, onde todos os envolvidos esbanjam talento, e que transmite bons ensinamentos e boas energias a seus leitores. E, para deixar o gibi ainda mais pra cima, apresenta ilustrações de Alan Goldman e Peter Vale. Imperdível! alanyango@gmail.comwww.yangoverso.blogspot.com

2 comentários:

Alan disse...

Grande Salles.
Muito obrigado pelos elogios e pela força que dás a esse projeto.
Um grande abraço.

jupiter2hq disse...

tudo que é bom merece ser comentado amigo... tenha certeza de que eu e tantos outros leitores aguardamos ansiosamente pelo segundo número! Grande abs pra vc também!